3 pessoas morreram com o temporal no Rio de Janeiro. A previsão é de mais chuva nessa terça-feira

2 irmãs morreram soterradas, no Leme.  Já na Gávea, um homem foi arrastado pela correnteza.  Escolas estaduais e municipais não terão aulas nesta terça-feira e a cidade do Rio de Janeiro ainda está em estágio de crise.

 

Uma chuva forte atingiu o Rio de Janeiro na noite desta segunda-feira e continua atingindo a cidade, nesta terça-feira.

Infelizmente, houve 3 mortos: 2 irmãs no Leme e 1 homem na Gávea.

Hoje, dia 09 de abril, a chuva continuou forte, com fortes pancadas de chuvas por toda a cidade e três pessoas estão desaparecidas: Uma avó com sua neta que tinham saído do shopping localizado em Botafogo e um homem que foi atingido por um deslizamento ocorrido no Morro da Babilônia.

O município do Rio de Janeiro está em estágio de crise, desde as 20h55 e a recomendação é evitar sair de casa.

As escolas estaduais e municipais suspenderam as aulas, assim como também algumas escolas particulares.

 

Por causa da grande chuva, houve quedas de barreiras que interditaram o trânsito no Alto da Boa Vista e Na Avenida Niemeyer.

 

Telefones úteis para a população

 

Corpo de Bombeiros – O telefone é 193.  Eles ajudam em acidentes em elevadores, acidentes de trânsito e outros.

Defesa Civil Municipal ou Estadual – O telefone é 199.  Para informar desabamentos ou na iminência de acontecer algum.

Se você deseja receber alertas da Defesa Civil, basta cadastrar o seu celular enviando um torpedo para o número 40199.  O serviço é gratuito e não é cobrado qualquer valor para o cadastramento.

 

As vítimas das chuvas de ontem

  • Guilherme N. Fontes, 30 anos, na Gávea;
  • Doralice do Nascimento, 55 anos, no Leme;
  • Gerlaine do Nascimento, 53 anos, no Leme.

As mortes no Leme e na Gávea

 

No início da madrugada desta terça-feira, houve um deslizamento de terra no Morro da Babilônia, localizado no Leme.  Esse deslizamento matou as duas irmãs Doralice do Nascimento e Gerlaine do Nascimento, elas eram vizinhas.

O volume de chuva registrado entre o final da tarde se segunda e o início da manhã dessa terça-feira superaram os índices pluviométricos do temporal que atingiu a cidade nos dias de 6 e 7 de fevereiro.

Naquele temporal, 6 pessoas morreram.

 

A morte na Gávea

 

Ontem à noite, diversas ruas ficaram alagadas e carros destruídos.

Conforme divulgado pelo 23º Batalhão de Polícia Militar, o corpo de um homem foi encontrado na Gávea e estava debaixo de um carro parado na rua, porém a sua identificação somente foi realizada na manhã de hoje.

O corpo era de Guilherme N. Fontes, de 30 anos, porém a causa da morte não foi anunciada.  Algumas testemunhas disseram que ele se afogou ao cair da moto e foi arrastado pela Avenida Marquês de São Vicente, que é uma das principais vias da Gávea e por fim, ficou preso debaixo de um veículo.

 

O temporal que caiu e continua caindo no Rio de Janeiro

 

  • Morte de Guilherme N. Fontes na Gávea
  • Mortes das duas irmãs, no Leme
  • Uma pessoa desaparecida no Leme
  • Duas pessoas desaparecidas em Botafogo
  • Foram acionadas quarenta e cinco sirenes em vinte e seis comunidades
  • Estágio de crise desde às 20h55 do dia 08.04
  • Aulas suspensas nas escolas estaduais e municipais nessa terça-feira
  • Algumas escolas particulares não terão aulas nessa terça-feira
  • Parte da Ciclovia Tim Maia desabou
  • Avenida Niemeyer foi interditada

Barcos foram usados pelos bombeiros para resgatar crianças

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *