Brasil perde certificado de erradicação do sarampo após novo caso registrado

Na última terça-feira (19), o ministério da saúde envia nota para Organização Pan-Americana de Saúde (OPAS) sobre novo caso de sarampo registrado em território brasileiro.

Brasil perde certificado de erradicação do sarampo

 

Em 2018, o Brasil viveu literalmente uma epidemia de sarampo com mais de 10 mil casos registrados da doença.

Todavia, após muitas campanhas, o país havia conseguido o “título” de país livre do sarampo.

Todavia, no último dia 19, o Ministério da Saúde emitiu uma nota para Organização Pan Americana

da Saúde (OPAS) informando sobre o caso de sarampo que fora registrado em território brasileiro.

Todavia, juntamente com a nota o Ministério da Saúde informou que já foram começados trabalhos para controlar novamente a doença.

O ministro da saúde Luiz Henrique Mandetta emitiu a seguinte nota sobre o caso:

“Nosso plano consiste em encaminhar medidas importantes ao Congresso Nacional,

como a exigência do certificado de vacinação, não impeditiva, de ingresso na escola e no serviço militar.

Reforçaremos, ainda, o monitoramento da vacinação, por meio dos programas de integração de renda e como norma para os trabalhadores de saúde”

Como ocorre a perda do certificado?

Para um país ser considerado livre de algum vírus, doença, o mesmo não pode ter casos registrado em seu território nos 12 meses que se passaram.

Após 12 meses sem quaisquer caso da doença registrada, o país ganha um certificado de erradicação da doença, ou vírus.

Ou seja, o certificado atesta que aquele vírus foi erradicado do país, que não existe mais, ou não se encontra mais em todo o território abrangido pela nação.

O certificado é concedido pela Organização Pan Americana de Saúde (OPAS/OMS), e o Brasil recebeu o seu em 2016, 12 meses após o último caso de sarampo ter sido registrado.

Mas o mesmo foi perdido em 19 de Fevereiro do ano passado.

Sarampo é um vírus perigoso?

Sim, e muito contagioso. O mesmo pode ser passado de pessoa para pessoa, tal como o vírus da gripe. Isso explica as altas taxas de sarampo em 2018.

É uma doença extremamente contagioso, bem similar ao vírus da gripe. Veja alguns dos sintomas da doença e posteriormente veja como se prevenir.

Sintomas

Brasil perde certificado de erradicação do sarampo

Os mais comuns são irritação constante nos olhos, corrimento no nariz (igual quando se está gripado), manchas brancas nas bochechas (parecidas com aftas) e mal estar, tosse constante e manchas vermelhas na pele.

Mas eles também podem aparecer da seguinte maneira: Ocasionando febres e convulsões, infeccções no ouvido (dor de ouvido), conjuntivite, pneumonia, perta de apetite e diarreia.

Possui vacinas? E o tratamento?

Brasil perde certificado de erradicação do sarampo

Durante todo o ano os postos de saúde oferecem vacinas contra o sarampo, estando disponíveis para crianças e adultos.

Todavia, não existe tratamento específico para o sarampo, mas é dada Vitamina A em alguns casos.

Nos casos mais leves, ingestão de líquidos e o controle da febre são suficientes.

Conclusão

O sarampo ainda não se tornou uma epidemia como ocorreu no ano passado, mas sim, devemos nos preocupar e termos mais cuidado a quem concedemos um aperto de mão, onde colocamos nossos utensílios e afins.

E segundo nota oficial, o ministério da saúde garante controle eficaz deste possível surto. Até o fechamento da matéria não teve-se informação alguma sobre o tema.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *