Massagem Tântrica: Desmentindo 5 mitos

A massagem tântrica é uma das técnicas mais procuradas para o bem estar, canalização da sexualidade, relaxamento, anti-estresse e diversos benefícios. Mas, ainda existem alguns pré-conceitos e mitos que cercam essa prática.

Saibam quais são os mitos mais comuns em relação à massagem tântrica e o que realmente acontece.

Mito 1: massagem tântrica é apenas para pessoas que praticam ioga

Embora sejam membros da mesma família e possam ser complementados em muitos casos, cada sessão de massagem tailandesa é adaptada às necessidades e condições físicas de cada pessoa. Ou seja, não é preciso que você seja super flexível para participar uma sessão de massagem tailandesa.

No entanto, massagem tailandesa e ioga não são técnicas mutuamente exclusivas, idealmente ambos os sistemas devem trabalhar juntos para alcançar os melhores resultados. Como são técnicas complementares, em muitos casos você verá que o serviço é oferecido com uma combinação de ambos. Mas, como esclarecemos recentemente, isso não significa necessariamente que você deve saber sobre yoga.

Mito 2: A massagem tântrica pode ser aprendida em um curso breve

É muito comum ver cursos de treinamento de massagem que duram algumas horas. Se o professor for treinado, você pode aprender elementos básicos desse tipo de massagem para usar como complemento a outra terapia ou como base para continuar aprendendo.

Nesse tempo você pode adquirir uma base que terá que complementar com a prática e aprender com vários professores. É importante que, com o tempo, você compreenda a sutileza e a sensibilidade necessárias para executar técnicas de qualidade.

Portanto, esses minicursos podem ser um bom ponto de partida, mas cuidado: se você confundi-los com o treinamento necessário para ser um bom praticante ou terapeuta de arte tradicional, uma vez que é preciso ir mais afundo.

Mito 3: massagem tântrica é sempre melhor se for feito na Tailândia

Existem muitos terapeutas de excelente qualidade em nosso hemisfério que compartilham a técnica tradicional e também outros que desenvolveram estilos únicos complementando-a com outras técnicas.

Além disso, há muitos professores que são afiliados a escolas tailandesas e autorizados a ensinar seu programa com a mesma metodologia ensinada lá. Desta forma, você pode aprender sem a necessidade de viajar para a Tailândia.

O fato é que parte do desenvolvimento e evolução recente da massagem tailandesa ocorreu fora da Tailândia e levou esta arte antiga a novos níveis. E se você perceber é exatamente o mesmo que aconteceu com a ioga. Alguns estilos de yoga foram desenvolvidos nas últimas décadas por praticantes ocidentais.

Mito 4: A massagem tântrica é baseada no alongamento

Se você assistir a vídeos, é provável que você acabe com uma variedade infinita de trechos. A maioria é feita por pessoas muito flexíveis que podem facilmente torcer de maneiras impressionantes.

No entanto, a realidade é diferente. Sua sessão média nem sempre será assim. Você não apenas receberá técnicas de alongamento assistido, mas também serão realizadas pressões rítmicas para ajudá-lo a alcançar um estado de relaxamento profundo.

Mito 5: massagem tântrica tem atos sexuais.

É muito comum encontrar serviços sexuais que são oferecidos como massagens, e até mesmo com o mesmo nome de “massagem tailandesa”. Mas estas são mensagens erradas.

A massagem tradicional tailandesa é uma arte que começou a se desenvolver nos templos budista e sempre deve haver respeito mútuo. Se a pessoa solicitar ou sugerir procura ou ofereça satisfação sexual, sugere-se que interrompa a sessão imediatamente.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *