Nesta terça-feira, o novo Ministro da Educação toma posse e participa da primeira reunião ministerial

Ontem, Abraham Weintraub foi nomeado para o cargo de Ministro da Educação, substituindo Ricardo Vélez Rodríguez que se envolveu em diversas polêmicas durante seu curto período no cargo.

 

Em uma cerimônia marcada para hoje às 14h, no Palácio do Planalto, Jair Bolsonaro dará posse a Abraham Weintraub no cargo de Ministro da Educação.

Após a cerimônia de posse, o novo Ministro da Educação participará da primeira reunião do Conselho de Governo que reunirá todos os ministros do governo de Jair Bolsonaro.

Ontem, dia 08 de abril, houve a nomeação de Abraham Weintraub que é economista no cargo de Ministro da Educação, por meio de uma edição extraordinária do “Diário Oficial da União”.

Abraham Weintraub irá substituir Ricardo Vélez Rodríguez que se envolveu em inúmeras polêmicas em seu pequeno período como chefe do MEC.

 

A demissão de Ricardo Vélez Rodríguez

Ricardo Vélez Rodríguez, um professor colombiano naturalizado, durante o tempo que esteve à frente do MEC se envolveu em inúmeras polêmicas.

A sua demissão aconteceu ontem, segunda-feira, porém no dia 5 de abril, o próprio presidente Jair Bolsonaro já havia dado sinais da suposta demissão.

Algumas das polêmicas foram:

  • Os livros didáticos – Trechos importantes e necessários para nortear a compra de obras foram ocultados, como retratar a diversidade étnica, o combate à violência contra a mulher e outros.
  • Presidência do Inep vaga – Houve a demissão de Maria Inês Fini que ocupava o cargo de presidente do Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira e com isso, foi nomeado Marcus Vinícius Rodrigues, que pediu demissão alegando inexistência de comunicação dentro do MEC.
  • Frases polêmicas – O ex-ministro chamou os brasileiros de “canibal” e que quando viaja “rouba coisas dos hotéis, rouba o assento salva-vidas do avião; ele acha que sai de casa e pode carregar tudo. Esse é o tipo de coisa que tem de ser revertido na escola”.
  • Declarou que “a universidade não seria para todos”.

 

Mas, quem é o novo Ministro da Educação?

 

O agora Ministro da Educação, Abraham Weintraub, já estava atuando no governo de Jair Bolsonaro, porém no cargo de Secretário-executivo da Casa Civil, que é considerado o segundo cargo mais relevante da pasta alocada no Palácio do Planalto.

Ele também estava presente na equipe do governo de transição, junto com o seu irmão, Arthur Weintraub, foi atuou na área de Previdência naquele período.

Os irmãos foram indicados pelo Ministro da Casa Civil, Onyx Lorenzoni ao Presidente Jair Bolsonaro.

Onyx Lorenzoni conheceu Abraham e Arthur Weintraub no ano de 2017, em um seminário internacional sobre Previdência que foi realizado no Congresso Nacional.

Abraham Weintraub formou-se em Ciências Econômicas pela Universidade de São Paulo no ano de 1994 e é mestre em administração na área de finanças pela FGV.

Além disso, Abraham Weintraub é também professor licenciado da Unifesp, isto e, Universidade Federal de São Paulo.  Ele trabalhou no mercado financeiro por mais de vinte anos.

Ademais, também prestou serviços na iniciativa privada, no Banco Votorantim por dezoito anos, ocupando o cargo de economista-chefe e diretor, assim como também, foi sócio da Quest Investimentos.

 

 

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *